quarta-feira, 4 de maio de 2011

                             Ainda sobre Deuteronômio 10
  
     No verso 16 nos é dado um precioso ensinamento: " circuncidai, pois, o vosso coração e não mais endureçais a vossa cerviz." Quer ver como é revelador o significado da palavra 'cerviz'? A nuca. Parte posterior do torax humano. - As costas - "Não dobrar a cerviz"= não se submeter, não se humilhar, não se curvar diante de alguém ou de alguma coisa.  (Dicionário inFormal). Moisés mais uma vez adverte ao povo para que se dobrem, se curvem às Leis de Deus. Neste verso também é dada uma exortação a que o povo circuncide o coração. O que seria isso? Foi dada a ordem para que todo menino fosse circuncidado ao oitavo dia. Esta era uma demonstração externa do pacto que Deus havia feito com seu povo. Mas o Antigo Testamento, como alguns pensam, não ensina meramente uma religião de formalidades externas. A circuncisão era um símbolo, um sinal externo de uma graça interior. Mas a circuncisão poderia tranquilamente ser feita por pessoas que estivessem com seu coração distante de Deus. Elas mostrariam algo que na verdade não eram. E este é o ponto chave!
     O ser hunamo é expert em fazer isto: manifestar rituais externos, mantendo seu coração e seus afetos bem distantes de Deus... em outros textos nos são feitas as mesmas advertências. Veja o conhecido texto de Isaías como é claro: "De que me serve a mim a multidão dos vossos sacrifícios? _ diz o Senhor. Estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de animais cevados e não me agrado do sangue de novilhos, nem de cordeiros, nem de bodes. Quando vindes para comparecer perante a mim, quem vos requereu o só pisardes nos meus átrios? Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e também as Festas da Lua Nova, os sábados, e a convocação das congregações; não posso suportar iniquidade associada ao ajuntamento solene. As vossas Festas da Lua Nova e as vossas solenidades, a minha alma as aborrece; já me são pesadas; estou cansado de as sofrer. Pelo que, quando estendeis a mão, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue." (Isaías 1 :11 a 16). O próprio Deus havia instituído todas estas festas e cultos descritos aqui, assim como instituiu a circuncisão. O desagrado dele não está no cumprimento destas ordenanças, mas estes sacrifícios não tinham valor algum sem a obediência de todo o coração. Eles cumpriam toda a religião, observavam os sacrifícios e os dias santos à risca, mas davam largas aos pecados que inundavam seu interior. E o texto termina dizendo: " Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer o mal. Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas." Esta é a forma de mostrarmos nosso amor por nosso Senhor! Tendo corações puros e atitudes que demonstrem nossa religião! Devemos sim, cumprir todas as ordenanças externas que ainda nos são requeridas, porque são sinais da graça interna, mas nosso coração deve estar cativo, achegado, amando ao nosso Deus!
     

5 comentários:

  1. essas coisas mostram exatamente como é e sempre o foi o comportamento do ser humano. um comportamento pautado em obras: acham que ,comparecendo as ceias, cultos de quartas-feiras, e participando de entidades da igreja, estao trabalhando na OBRA DE DEUS. quando poderiam estar fazendo isso simplesmente "tomando um suco de laranja".

    ResponderExcluir
  2. Achei muito interessante essa questão da "cerviz". Confesso que já havia lido e ouvido sobre esse texto algumas vezes, mas não o tinha entendido realmente.
    Muitas pessoas aparentam ser algo que elas não são. Elas tentam mostrar pro mundo uma coisa, sendo outra. Devemos, ao contrário disso, ter o nosso coração voltado verdadeiramente para Deus, amando-o e obedecendo a sua palavra.

    ResponderExcluir
  3. Mostra exatamente o que muitos acham sobre a vida cristã.Muitos pensam que é uma vida de obras, e não uma vida de fidelidade ao Senhor. De que adianta esses rituais ou a pessoa até ter,às vezes, conhecimento das leis de Deus, se ela não vive uma vida de fidelidade à Deus, segundo seus preceitos!?

    ResponderExcluir
  4. Devemos amar a Deus sobre todas as coisas!! O nosso amor a Deus vai irradiar amor para o próximo e modificar nossas atitudes diárias!! Amar a Deus significa seguir seus ensinamentos, guardá-los como um tesouro em nossos corações, e mediante isso, nossa prática de vida deve ser baseada nos mandamentos Dele. Nossa obras demonstram o que temos em nosso coração, nossos cuidados com o próximo e como tratamos ele demonstram o quanto ligados a Deus nós estamos. "Sede pois imitadores de Deus, como filhos amados;e andai em amor, como Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave." Efésios 5.1-2

    ResponderExcluir
  5. Gabriel Benjamin6 de maio de 2011 14:18

    Não adianta achar que fazendo os 'rituais' normais de todo crente , nesse caso os sacrificios, festas etc sem ter a palavra de DEUS no coração. Porque na verdade DEUS nao esta interessado no sacrificio em si, ele não precisa, e sim no coração do que pratica tal ato. Devemos não só observar os mandamentos mas pratica-los, isso é o mais importante, temos que ter uma vida para DEUS.

    ResponderExcluir